FACEBOOK

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Manoca Barreto - Bom Sinal [2005]


(Nasceu em Natal (RN), em 12/04/1964.
Foto: Reprodução/Facebook)

É graduado em Educação Artística, com Habilitação em Música, pela UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994) e Mestre em Música pela UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas (2002), onde desenvolveu pesquisa na área do seu instrumento, com o título de “Guitarra Elétrica: um método para o estudo do aspecto criativo de melodias aplicadas às escalas modais de improvisação jazzística.” Estudou inicialmente violão, optando logo em seguida pela guitarra elétrica. Integrou a banda “Fluidos”, que atuou na década de oitenta gravando um disco compacto no Rio de Janeiro, com algumas composições de sua autoria. Em 1987 passou a morar no Rio de Janeiro onde permaneceu durante dois anos e meio estudando Guitarra e Harmonia Funcional e Improvisação na Rio Música e Teoria e Percepção na Uni-Rio, além de atuar como instrumentista em shows e gravações. Em 1990 participa, como aluno, do Festival Internacional de Verão em Brasília, estudando Arranjo com o Prof. Ian Guest e Guitarra com o Prof. Nelson Faria. Em 1989, de volta à Natal, passa a desenvolver seu trabalho como guitarrista em grupos como “Trio Al-Mustafa”, “Banda Be Pop”, “Quartetoque” e o “Manoca Barreto Trio”, participando dos projetos mais importantes da cidade como o “Seis e Meia”, “Nação Potiguar” e “Papary Jazzy Festival”, atuando ao lado de artistas e instrumentistas da terra como Joca Costa, Júnior Primata, Airton Guimarães, Eric Firmino, Eduardo Taufic, Roberto Taufic, Jubileu Filho, Fernando Suassuna, Di Stéfano, Jorge Lima, Neemias Lopes, Paulo Sarkis, Wigder Valle e Valéria Oliveira entre outros. Tocou com músicos e artistas de renome no cenário nacional como André Neiva, Toninho Horta, Rafael dos Santos, Adriano Gifone, Conrado Paulino, Luizinho Duarte, Glauton Campelo, Leila Pinheiro, entre outros. Foi professor de Guitarra e Harmonia da Fundação Hélio Galvão e do Instituto de Música Waldemar de Almeida (Fundação José Augusto).  Idealizou, fundou e dirigiu a Toque - Escola Livre de Música (1992-1994), da qual também foi professor de Guitarra Elétrica, Harmonia Funcional, Teoria e Laboratório de Música, desenvolvendo uma nova proposta pedagógica na área da música instrumental popular, tendo como resultado deste trabalho o surgimento de uma nova safra de músicos instrumentistas atuantes na cidade do Natal.

(Foto: Reprodução/Facebook)
Desde 1998 é professor de Guitarra Elétrica e Harmonia Funcional e Improvisação da Escola de Música da UFRN, além de ministrar oficinas e cursos, como professor convidado, em diversos eventos. Nos anos de 2005, 2006 e 2007, ministrou oficinas no II, III e IV Festival “Música na Ibiapaba”, promovido pelo Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura do Ceará, sendo hoje reconhecido como o maior festival de música popular do Nordeste, bem como participou do projeto Caravanas Culturais da Agência Cultural do Sebrae (RN), onde ministrou oficinas nas Casas de Cultura do interior do Estado, também apresentando shows de música instrumental divulgando repertório próprio e standard’s da música Brasileira. Em junho de 2006 foi agraciado com oPrêmio Cultural Diário de Natal, na área de música, como reconhecimento do trabalho realizado durante anos no campo do ensino e da performance. No momento, além de outras atividades profissionais, participa do projeto instrumental “Caninga Trio” ao lado de Júnior Primata (Baixo) e Costinha (Sax), e está divulgando seu CD de música instrumental intitulado Bom Sinal, com apresentações realizadas na Feira da Música, em Fortaleza-CE (2005), no Papary Jazzy Festival, ao Lado do saxofonista Costinha, (2005), no encerramento da eliminatória norte/nordeste do Festival de Jazz de Cascavel, no Centro Cultural Casa da Ribeira (2005) e No Projeto Som da mata da Agência Cultural do Sebrae (2006 / 2007). 




BAIXE O CD CLICANDO NA CAPA

0 comentários:

Postar um comentário