FACEBOOK

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

DuSouto - Malokero High Society (2009)

Imagine a seguinte situação: o cara, talvez por distração, talvez por ser acometido de um mal comum a "todos" – a seqüela - não consegue encontrar seu outro par da sandália havaiana. E pergunta, pelo menos umas vinte vezes ao longo de quase cinco minutos, com uma insistência própria dos chapados: “Aonde está meu outro par da sandália havaiana?”. Old Parr, um trocadilho com o chinelo havaiana e a marca de uísque, remete àquelas festas insanas, regadas a doses cavalares de álcool, de fazer perder o outro par da sandália. E é justamente essa faixa que abre "Malokero High Society", da Dusouto. A banda de dubrockreggaesambaeletrônico, genuinamente natalense, marcar presença nos palcos da música alternativa misturando malícia nas letras e alto nível no instrumental. Já não era sem tempo.
Malokero High Society não deixa a desejar em aspecto nenhum em relação ao disco anterior. As batidas dançantes, acompanhadas pelas letras simples que falam de um universo boêmio, labuta, cachaça e ganja são apenas uma prévia do CD. É bem verdade que a faixa avulsa lançada na internet, “Tribo Nativa”, não parece muito com o Dusouto que a maioria das pessoas conheceu – é a prova de que eles não têm medo de experimentar coisas novas. E o que você irá ouvir pelos fones do seu mp3, aparelho de som ou DVD é o que você ouve ao vivo, em termos de qualidade sonora. Talvez até melhor.
Outro Dia”, segunda faixa do disco, os sons de um cavaquinho iniciam a música, sendo substituídos logo em seguida pela batida eletrônica assim que a voz de Paulo Souto começa a entoar as lamúrias de um cidadão sem grana. “Se Legalize”, um hino à legalização da maconha, é cantado por Gustavo Lamartine de um jeito que lembra um cara prendendo a fumaça. Recado dado, sem a menor chatice. Em “Cachaça a Go-Go”, o solo de guitarra surge pra completar a viagem mistureba da canção. “Fazendo a Cabeça”, a melhor música da obra, a melhor letra e viagem garantida.
Se dizem que Natal não tem identidade cultural, os caras do Dusouto estão aí pra provar o contrário. Com muita originalidade e descontração, eles são um recorte do que rola na cidade e sintetizam a mentalidade de uma geração. A energia que o trio composto por Paulo Souto, Gabriel Souto e Gustavo Lamartine desprendem no palco é contagiante, entra na mente e toma conta do seu corpo. Pra mané nenhum botar defeito.

Fonte: clique aqui
BAIXE O CD CLICANDO NA CAPA
Local: Natal, RN, Brasil Ponta Negra, Natal - RN, Brasil

0 comentários:

Postar um comentário